Fim de tarde.. Praia de Alvor

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Sem dor

Quero-te
Ouve-me bem
Sacia-me a vontade
Dá-me o teu amor
Tinge-me de saudade
Mata-me a ansiedade
Agarra a minha dor

Se amar é felicidade
Porque tenho no peito
Este torpor?
Porque tenho as mãos molhadas
Porque choro
Porque me escondo…
Se amar é sonhar…
Porque não sonho?

Porque vieste,
Assim pé ante pé?
Entraste em mim
sem me pedir
Agora …
Agora quero sentir
Sentir teu corpo no meu corpo
Sentir teu gosto
Teu cheiro
Teu odor

Vou amar-te?
Não sei…
Fecho os olhos
Derreto o gelo
Crio asas
Solto sorrisos
Corro para ti
Imortal
Imoral
Feliz…
Quase sem dor!!!

2 comentários:

  1. Cara Alexandra,

    Passei por cá e gostei dos seus poemas.
    Alguns tocaram-me.
    Este é lindo!

    Aldina

    ResponderEliminar